Alterações fisiológicas na função muscular

O_homem_idoso_e_a_sua_sexualidade_2_8ffcb30363

Força muscular e potência

A força diminui a partir dos 40 anos e esta diminuição acelera-se depois dos 65-70 anos. A força dos membros inferiores diminui de forma mais acelerada que a dos membros superiores. A potencia diminui mais rapidamente que a força. Os défices na força e na potência são preditores de incapacidade e mortalidade.

Resistência muscular e fadiga

A resistência diminui e a manutenção da força pode aumentar com a idade. Os efeitos da idade nos mecanismos da fadiga são inconclusivos e dependentes de outros. Apesar disso poderá ter um impacto negativo na recuperação de atividades repetitivas do dia a dia.

Equilíbrio e mobilidade

As alterações sensoriais, motoras e cognitivas alteram a biomecânica, isto é, o sentar, o levantar e a locomoção. Estas alterações podem afetar o equilíbrio e a mobilidade. esta diminuição do equilíbrio faz com que a pessoa tenha maios receio de cair e consequentemente evite fazer atividade do dia a dia.

Performance e controlo motoro

O tempo de reação aumenta. A velocidade de movimentos simples e repetitivos diminui. verifica-se uma alteração no controlo e na precisão de movimentos. As tarefas complexas são mais afetadas que as simples. Esta alteração tem um impacto em muitas das atividades instrumentais da vida diária, aumentando o risco de lesão e dificultando a aprendizagem de novas tarefas.

Pensamentos finais

É importante ressaltar que a alteração de um sistema pode estar diretamente relacionada a alteração de outros sistemas. Por isso, deve-se sempre olhar o indivíduo idoso como um todo, levando em conta que a intervenção a ser feita poderá causar estímulos em sistemas diferentes.

A Actif possui profissionais formados na área do envelhecimento capacitados para ajuda-lo na gestão do seu envelhecimento.