Alterações na composição corporal

alt_pulmonar_1_8fcec4ed27

O envelhecimento é um processo dinâmico e progressivo, no qual há alterações morfológicas, funcionais e bioquímicas que vão alterando progressivamente o organismo. Estas alterações verificam-se a nível de todas as componentes levando a modificações dos tecidos e órgãos. Seguidamente iremos abordar as principais repercussões do envelhecimento na composição corporal.

Altura

A altura diminui aproximadamente 1 centímetro por década entre os 40 e os 50 anos, acelerando a partir dos 60 anos (mais rapidamente nas mulheres que nos homens). Os discos vertebrais são sujeitos a compressão e a curva da coluna dorsal (cifose) torna-se mais acentuada. As alterações vertebrais podem prejudicar a mobilidade e outras atividades diárias.

Peso

O peso aumenta de forma consistente entre as 3ª, 4ª e 5ª décadas de vida, estabilizando até antes dos 70 anos e depois diminui. As alterações relacionadas com a idade no peso e no índice da massa corporal podem mascarar a perda de massa muscular e o ganho de gordura. Uma grande e rápida perda de peso em idosos pode significar um processo patológico.

Massa livre de gordura

A massa livre de gordura diminui 2 a 3% por década dos 30 aos 70 anos. As perdas de proteína e de potássio refletem a perda de tecido metabolicamente ativo. A massa livre de gordura parece ser um regulador fisiológico importante.

Massa muscular

A massa muscular total diminui a partir dos 40 anos, acelerando a partir dos 65-70 anos. Os membros inferiores perdem massa muscular mais rapidamente, com reduções do número e no tamanho das fibras. Estes fatores fazem com que haja redução da velocidade e da potência muscular.

Densidade óssea

O pico da densidade óssea é atingido na última metade da 2ª década de vida. A densidade mineral óssea diminui 0,5% por ano ou mais a partir dos 40 anos. As mulheres têm uma perda de osso desproporcionada após a menopausa ( 2 a 3%). A osteopenia eleva o risco de fratura.

Alterações metabólicas

Com o envelhecimento, a taxa metabólica de repouso, a taxa de síntese proteica muscular e a oxidação de gordura diminuem, o que pode influenciar a utilização de substrato durante o exercício.

Pensamentos finais

Com o envelhecimento a composição corporal também sofre modificações, como vimos anteriormente. Essas modificações são nomeadamente a diminuição da proporção de massa magra (músculo, osso e água) e pelo aumento da massa gorda, nomeadamente a nível abdominal.

É essencial as pessoas saberem as modificações que ocorrem no seu corpo. Pessoas informadas são pessoas preparadas para terem um envelhecimento bem sucedido.